LOGO nascidos.png

COMO CONTAR PARA UMA CRIANÇA QUE ELA É ADOTADA?

O ponto fundamental para os pais é que estejam muito seguros sobre o quanto a criança significa na vida deles, assim como eles significam na vida desta criança. A adoção não pode ser vista ou sentida como algo ruim ou inferior, quando comparada as situações das outras crianças. Partimos do pressuposto que o filho foi desejado pela família, portanto os pais devem vivenciar a experiência de forma natural. Assim que surgir o tema "adoção", este deverá ser explicado com serenidade e veracidade. 
 
A segurança é transmitida nos gestos, no olhar e na fala, até mesmo sem os pais perceberem. O ambiente acolhedor irá “explicar” muitas coisas para aquele bebê que está chegando, e pouco a pouco o assunto será introduzido. O ideal é que desde bebê os pais falem sobre a adoção e estejam abertos a conversarem sobre o assunto, especialmente quando mais velho, o filho questionar detalhes sobre sua história. Crescer escutando a verdade possibilitará harmonia e confiança familiar. 
 
Pais seguros, filhos seguros. Não existe uma receita pronta e ideal de como contar para a criança que ela é adotada, mas, existe sim, a sensibilidade, a observação e a atenção dos pais. O acompanhamento psicológico frequente aos pais é uma boa indicação para retirar todas as dúvidas, afinal é um novo mundo cheio de descobertas e amor. 

 

Ingryd Abrão é psicóloga de SAICAS (Serviços de Acolhimento Institucional para Crianças e Adolescentes) e Supervisora Técnica na ONG Núcleo Espiral de Pesquisa, Assistência e Prevenção da Violência Contra Crianças e Adolescentes